Notícias
Uma segunda vida para as beatas de cigarro
14/06/2019

Uma segunda vida para as beatas de cigarro


Estima-se que 4,5 biliões de pontas de cigarro sejam descartadas indevidamente todos os anos, em todo o mundo.

Em todo o mundo, e também em Portugal, são cada vez mais os projetos para minimizar o impacto das beatas no ambiente.

Biatakí: cinzeiros portáteis
A rede Biatakí e o cinzeiro pessoal que permite aos fumadores colocar as beatas num recipiente próprio, sem poluir o chão. Os cinzeiros são feitos em cana de bambu e utilizam uma rolha de cortiça para manter as beatas compartimentadas.

E-tijolo: tijolos feitos com beatas
Uma solução que incorpora as pontas de cigarros na construção de tijolos. O uso deste tipo de lixo permite criar tijolos mais leves, com melhores propriedades de isolamento, além de reduzir em 60% o consumo de energia necessário para a sua produção.

No More Butts: tratamento de beatas
Um programa de reciclagem de beatas e de outros materiais relacionados com a indústria do tabaco (plásticos que envolvem os maços, mortalhas e embalagens de tabaco de enrolar). As beatas terminam o seu ciclo de vida ao serem derretidas com plásticos duros que podem ser transformados em produtos industriais (por exemplo, paletes de plástico)

Fonte: Público

TRATAMOS
300 TONELADAS
DE RESÍDUOS POR DIA
TRANSFORMAMOS
40 MIL TONELADAS
DE CDR POR ANO
ATERRO COM MAIS DE
2 MILHÕES DE M³
DE CAPACIDADE
CENTRO COM
90 MIL M²
DE ÁREA TOTAL